11 junho 2016

Eu nunca fui boa o bastante

Eu nunca fui boa o bastante. Nem para mim, nem para ninguém e isso acaba comigo. Eu queria ser boa, excelente, mas infelizmente só sou no máximo normal ou ruim nas coisas e isso me destrói. Então, eu preciso ser boa o bastante, eu preciso ao menos ser boa, mas eu não sou e isso é um peso que eu carrego e que dói muito. Poucas coisas doem tanto quando você tenta o seu melhor mas seu melhor não é bom o bastante, é dilacerante a dor de não ser suficiente. Será que vai ser sempre assim? Eu ficar tentando o meu melhor e mesmo assim não ser boa o bastante? Porque para ser sincera eu não aguento mais. É muito angustiante tentar algo a vida toda e não ver resultado.
Eu poderia ser perfeita, e ainda assim não seria boa o bastante.

 É como se eu tivesse o tempo todo tentando uma tarefa impossível, tentando abrir uma caixa da qual eu não tenho a chave. Será que um dia eu vou ser boa o bastante? Ou eu vou viver o resto da minha vida nessa angústia? Porque, Deus, é extremamente difícil viver dessa maneira. Dói na alma, uma dor que as vezes me impede de respirar (literalmente) querer tanto ser boa o bastante para mim e para os outros. Principalmente para os outros. Ah, o que eu não daria para ser suficiente para alguém, para que só minha presença ou o fato de eu existir ou as coisas que eu fizesse fossem bom o bastante... Mas nunca é, nunca. E eu fico aqui, nesse eterno sofrimento, nessa eterna angústia de tentar algo e não conseguir. Quem já quis muito algo e tentou muito ter aquilo e não conseguiu me entende. Porque, Deus, eu tento, e como eu tento ser boa o bastante para as pessoas e para mim.
Imagem: We Heart It

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Pequenos Devaneios - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo