29 julho 2016

Seis filmes para ver no Netflix

Nesse fim de férias nada melhor que ver um filme, e aqui segue uma lista de cinco filmes que eu gosto muito e que está disponível no netflix.

1- Garota, Interrompida
Sinopse: Em 1967, após uma sessão com um psicanalista que nunca havia visto antes, Susanna Kaysen (Winona Ryder) foi diagnosticada como vítima de "Ordem Incerta de Personalidade" - uma aflição com sintomas tão ambíguos que qualquer garota adolescente pode ser enquadrada. Enviada para um hospital psiquiátrico, ela conhece um novo mundo, repleteo de jovens garotas sedutoras e transtornadas. Entre elas está Lisa (Angelina Jolie), uma charmosa sociopata que organiza uma fuga.
O filme, que é baseado num livro de mesmo nome, é bastante interessante para ver a vida de uma pessoa com um transtorno mental. Suzanna é bipolar e no filme vemos a realidade dos hospitais psiquiátricos da época, que não era muito boa. Vemos também como é estar no limite entre a sanidade e a insanidade e que é uma linha muito tênue que separa. Angelina Jolie está impecável como Lisa, não é a toa que ganhou o oscar de melhor atriz pelo papel. Winona Ryder também está ótima como a diferente Suzanna.

2-  What happened, Miss Simone?

Sinopse: A vida da cantora, pianista e ativista Nina Simone (1933-2003). Usando gravações inéditas, imagens raras, diários, cartas e entrevistas com pessoas próximas a ela, o documentário faz um retrato de uma das artistas mais incompreendidas de todos os tempos.
É um documentário incrível que narra a vida fantástica de Nina Simone, a mulher que se deu por inteira na música e na luta pelos direitos civis. Uma mulher forte, que sofreu violência doméstica, mas que conseguiu superar isso. No filme também podemos ver a doença mental que Nina possuía, a bipolaridade, e como afetava sua vida e de todos a sua volta. 

3- O Mordomo da Casa Branca

 Sinopse:1926, Macon, Estados Unidos. O jovem Eugene Allen vê seu pai ser morto sem piedade por Thomas Westfall (Alex Pettyfer), após estuprar a mãe do garoto. Percebendo o desespero do jovem e a gravidade do ato do filho, Annabeth Westfall (Vanessa Redgrave) decide transformá-lo em um criado de casa, ensinando-lhe boas maneiras e como servir os convidados.  Eugene (Forest Whitaker) cresce e passa a trabalhar em um hotel ao deixar a fazenda onde cresceu. Sua vida dá uma grande guinada quando tem a oportunidade de trabalhar na Casa Branca, servindo o presidente do país, políticos e convidados que vão ao local. Entretanto, as exigências do trabalho causam problemas com Gloria (Oprah Winfrey), a esposa de Eugene, e também com seu filho Louis (David Oyelowo), que não aceita a passividade do pai diante dos maus tratos recebidos pelos negros nos Estados Unidos.
Um filme, baseado em fatos reais, que traz um retrato fiel da história da luta dos direitos civis nos Estados Unidos, é um filme bastante forte e emocionante pois trata de um tema muito pertinente que é o racismo e é um tema que é muito atual, infelizmente. 

4- Frida

Sinopse: Frida Kahlo (Salma Hayek) foi um dos principais nomes da história artística do México. Conceituada e aclamada como pintora, ele teve um agitado casamento aberto com Diego Rivera (Alfred Molina), seu companheiro também nas artes, e ainda um controverso caso com o político Leon Trostky (Geoffrey Rush), além de várias outras mulheres.
É um filme delicioso de se ver, daqueles que você assiste e nem vê o tempo passar. Frida foi uma mulher maravilhosa e esse filme faz um retrato fiel desde sua infância, até sua morte. No filme vemos também como Frida se tornou o ícone que é hoje, comunista convicta ela sempre foi muito fiel a seus ideais. 

5- Bastardos Inglórios

Sinopse: 2ª Guerra Mundial. A França está ocupada pelos nazistas. O tenente Aldo Raine (Brad Pitt) é o encarregado de reunir um pelotão de soldados de origem judaica, com o objetivo de realizar uma missão suicida contra os alemães. O objetivo é matar o maior número possível de nazistas, da forma mais cruel possível. Paralelamente Shosanna Dreyfuss (Mélanie Laurent) assiste a execução de sua família pelas mãos do coronel Hans Landa (Christoph Waltz), o que faz com que fuja para Paris. Lá ela se disfarça como operadora e dona de um cinema local, enquanto planeja um meio de se vingar.
Um filme que liberta, e traz o desejo que todos nós temos vontade, nem que seja um pouco: se vingar de Hitler e de todos que apoiaram esse terrível regime. A atuação de Christoph Waltz está magnífica e o filme de Tarantino nunca fica tedioso.

6 - Preciosa

Sinopse: 1987, Nova York, bairro do Harlem. Claireece "Preciosa" Jones (Gabourey Sidibe) é uma adolescente de 16 anos que sofre uma série de privações durante sua juventude. Violentada pelo pai (Rodney Jackson) e abusada pela mãe (Mo'Nique), ela cresce irritada e sem qualquer tipo de amor. O fato de ser pobre e gorda também não a ajuda nem um pouco. Além disto, Preciosa tem um filho apelidado de "Mongo", por ser portador de síndrome de Down, que está sob os cuidados da avó. Quando engravida pela segunda vez, Preciosa é suspensa da escola. A sra. Lichtenstein (Nealla Gordon) consegue para ela uma escola alternativa, que possa ajudá-la a melhor lidar com sua vida. Lá Preciosa encontra um meio de fugir de sua existência traumática, se refugiando em sua imaginação.
Acho que esse é o filme mais pesado que eu já assisti, tem que ser muito forte para conseguir ver ele inteiro, mas vale muito a pena. É muito triste saber que essa é a história de muitas garotas mundo afora. Um filme que te dá um choque de realidade e te faz pensar na vida e em como ela é valiosa. 

21 julho 2016

A descoberta do mundo de Clarice Lispector

Este livro é uma compilação de todas as crônicas que Clarice Lispector escreveu para o Jornal do Brasil, entre 1967 a 1973. No livro, Clarice aborda temas diversos desde os mais simples até os mais complexos, ela consegue descrever exatamente os sentimentos mais íntimos que temos dentro da gente. No texto Angina pectoris da alma, ela descreve profundamente o sentimento de angústia. É surreal o quanto ela consegue descrever perfeitamente esse sentimento. Segue o texto: Só que dessa não se morre. Mas tudo, menos a angústia, não? Quando o mal vem, o peito se torna estreito, e aquele reconhecível cheiro de poeira molhada naquela coisa que antes que se chamava alma e agora não é chamada nada. E a falta de esperança na esperança. E conformar-se sem se resignar. Não se confessar a si próprio porque nem se tem mais o quê. Ou se tem e não se pode porque as palavras não viriam. Não ser o que realmente se é, e não se sabe o que realmente se é, só se sabe que não se está sendo. E então vem o desamparo de estar vivo. Estou falando da angústia mesmo, do mal. Porque de alguma angústia faz parte: o que é vivo, por ser vivo, se contrai.

Clarice é uma escritora única e tem o dom de escrever sobre o âmago do ser humano, o drama existencial. Clarice é uma pessoa que sente muito, ela é muito intensa e isso você nota em seus escritos, para muitos isso seria uma maldição, mas Clarice usou essa intensidade para fazer o que fazia de melhor: escrever. E como ela usou essa intensidade bem! Clarice pega fatos do cotidiano e transforma em aventuras com epifanias no fim, ela faz mágicas com as palavras. 
Foi esse livro que me inspirou a criar esse blog, lendo as crônicas de Clarice, tive pequenas epifanias e resolvi criar esse blog para compartilhar minhas ideias. Esse livro é uma boa recomendação para quem quer começar a entrar no mundo Lispector, com uma linguagem na maioria das vezes simples, o livro flui. 

13 julho 2016

Resenha batons Pausa para Feminices

Olá, comprei cinco novos batons da coleção Pausa para Feminices da Bruna Tavares by Tracta. As cores que comprei foram: Jasmine, Pandora, Poema, Anastasia e Duffy.
Os batons no geral tem uma cobertura ótima e cobre bem com uma camada, eles só saem no centro da boca quando come algo mais gorduroso. Eles duram bastante nos lábios, cerca de 5 horas se não comer nada gorduroso.  Todos os batons são líquidos e matte.
O Jasmine é um tom doce de leite, um marrom mais claro e se sua boca tiver ressecada (como a minha estava na foto) vai marcar. Ele deve ficar um nude lindo em pessoas de pele negra. 

O Pandora é um vermelho mais fechado, parece um vermelho sangue. O único problema é que quando eu comi ele manchou um pouco.
O Poema é um rosa magenta uva maravilhoso, se você sair só com esse batom já sai arrumada pois ele dá um upgrade no visual.
O Anastasia é um marrom bem escuro, um batom meio gótico que eu adorei. 
O Duffy é o mais clarinho dos cinco que eu escolhi, é um nude rosado.

Eu recomendo todos esses batons pois eles tem ótimo custo benefício, custa R$ 26,29 e você pode comprar aqui

06 julho 2016

Resenha: Procurando Dory

O filme Procurando Dory é a continuação de Procurando Nemo, mas dessa vez o foco da história agora é a peixinha Dory. No filme, descobrimos que ela sofre de perda de memória recente, esse transtorno é abordado de forma bem delicada, do jeito que estamos acostumados a ver nos filmes da Disney, mas ao mesmo tempo abordado de maneira correta. Tem uma parte que o amigo polvo diz para Dory: "Sem memória, sem problemas" mas será que seria bom viver sem memória? Sem se lembrar dos momentos bons e sem aprender com os momentos ruins? Pois, apesar de muitas vezes queremos esquecer dos momentos ruins eles servem para alguma coisa, mesmo que não saibamos para o quê no momento. Pense que sem os momentos ruins você seria uma pessoa totalmente diferente.
Eu sofro de perda de memória recente
Outra lição que o filme ensina é que não devemos nunca desistir de nossos objetivos, Dory é persistente para encontrar seus pais, apesar de se passar anos que ela não os vê e ela ter poucas lembranças deles. Outra coisa que me chamou atenção foi que os pais de Dory sempre deram apoio a ela independente de sua condição mental e isso é fundamental para quem tem algum transtorno mental, sem o apoio da família fica muito difícil luta contra essa doença. E, o valor da amizade que tem nesse filme é lindo, a amizade entre Dory, Nemo e o pai de Nemo é belíssima, mostra que os amigos realmente são uma segunda família e que eles são verdadeiros amigos de Dory, afinal, cruzam o mar atrás dela. O filme da Disney, apesar de ser considerado infantil é um divertimento para toda a família em que todos aprenderemos uma lição.
© Pequenos Devaneios - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo