12 outubro 2016

Porque sou contra a vaquejada

Apesar do STF ter considerado recentemente a vaquejada inconstitucional, muitos não estão satisfeitos. É um absurdo esse pessoal que defende a vaquejada usando o lado econômico como desculpa pra um torturar um animal. É muito fácil lucrar por cima de um animal indefeso, não é? Isso não é esporte, não é cultura, não é trabalho. É tortura a um animal indefeso. O animal é forçado a fazer algo contra sua natureza é perseguido, amarrado, derrubado e vitimado por qualquer outra ação agressiva. Bois quebram pernas e têm parte do rabo arrancada. Muitos deles morrem com a queda. Cavalos levam esporadas na barriga e chicotadas, dos vaqueiros, para correrem mais rápidos. Bois tem seus testículos amassados para pularem. E não adianta dizer que mudaram as regras, continua sendo uma forma de violação dos animais. Vocês acham isso certo, usar um animal pra divertimento? 

Animais não foram feitos para nos servirem. Lembrem-se disso. Animais não são seres humanos mas também merecem respeito. É absurdo a forma como eles são tratados atualmente. Já não basta assassinar alguns animais (vaca, boi, frango, peixe etc) ainda tem que explorar com práticas absurdas como vaquejadas e touradas, por exemplo. Fora, que quando há a matança para o consumo da carne há formas de torturas também. Animais são seres que sentem dor, fome e tem sentimentos. Assim como você, humano. Por isso, pense bem antes de ir em uma vaquejada, essa prática cruel que maltrata os animais. Pense bem quando o animal estiver se sentindo desconfortável, pense bem antes de qualquer prática que use  o animal pra servir você.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Pequenos Devaneios - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo