01 novembro 2016

Porque me tornei vegana

Hoje é o dia mundial do veganismo. E nesse dia vou dizer porque eu me tornei vegana. Primeiramente fui vegetariana por mais de três anos, e partir do ano passado comecei a criar uma consciência maior que a indústria do leite e dos ovos também maltrata os animais. Através de documentários, como a carne é fraca, pude ver como essa indústria é cruel. Mas é difícil virar vegana, não vou mentir. Existem poucas opções e muitas vezes não somos levados a sério quando perguntamos se tal produto leva ovo e/ou leite. E se eu fosse alérgica? As vezes tenho que mentir dizendo que sou alérgica para ser levada a sério. Mas o meu ponto não é esse. O ponto é: porque eu virei vegana? E a resposta mais simples é que foi pelos animais. Essas criaturinhas fofas que são melhores que muitos seres humanos. Um dia um crime de canibalismo na cidade me chocou, e eu me perguntei, porque comer gente me choca, mas animais, que são seres que sentem dor e tem sentimentos, não me choca? Foi a partir daí que uma luz se acendeu em mim.
Seja gentil com os animais

O veganismo é um estilo de vida. Vai desde não comer nada derivado de animal a não usar nada derivado de animal nem produtos testados em animais. É a maneira mais pura e decente de ajudar os animais, esses seres maravilhosos que precisam da proteção dos seres humanos conscientes. Muitos falam "ah mas é a lei da natureza" nós, seres humanos, somos os animais racionais e por isso devemos usar nossa racionalidade para proteger aqueles que são irracionais e não podem se defender sozinhos. Fora que há fatores determinantes como pela saúde e pelo meio ambiente. Muitos cientistas dizem que o veganismo é a solução para os problemas ambientais do mundo. Enfim, vire vegano(a). Pelos animais, pelo meio ambiente, por você. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Pequenos Devaneios - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo