06 abril 2017

13 reasons why e porque precisamos falar de suicídio

Sinopse: Uma caixa de sapatos é enviada para Clay (Dylan Minnette) por Hannah (Katheriine Langford), sua amiga e paixão platônica secreta de escola. O jovem se surpreende ao ver o remetente, pois Hannah acabara de se suicidar. Dentro da caixa, há várias fitas cassete, onde a jovem lista os 13 motivos que a levaram a interromper sua vida - além de instruções para elas serem passadas entre os demais envolvidos.

Uma série impactante. É assim que 13 reasons why poderia ser descrita. Mas, apesar de ser impactante e forte (contém cenas de estupro e claro, do suicídio) é uma série necessária que aborda várias temáticas como bullying, suicídio, a culpalização da vítima (assunto para outro post), estupro e outros temas. Eu li o livro há muitos anos, eu devia ter uns 13 anos (hoje em dia estou com 19) e na época eu sofria bullying na escola, então esse livro me ajudou muito, pois eu via alguém que me entendia.
Mas, esse livro é essencial para aquelas pessoas que tem alguém próximo que tentaram suicídio ou sofreu bullying. Ou alguém que quer entender mais esse assunto para caso lide com algo parecido. E esse livro deveria ser leitura obrigatória para todos. Suicídio é problema de saúde pública, cerca de 800 mil pessoas morrem todo ano segundo a OMS. 800 mil pessoas tiram a própria vida. 800 mil pessoas escolhem morrer, seja por bullying, por doença mental ou por qualquer outro problema.
Uma coisa que a série e o livro foca é que as palavras machucam. E muito. E muitas vezes nós não temos noção o quanto essas palavras machucam e afetam a pessoa que as ouviu. Por isso, é preciso ter cuidado. Muitas vezes somos o porquê de alguém e não sabemos. Você pode ter passado pela vida de alguém que tentou se matar por sua causa e você não sabe. Outra coisa que a série traz é que por mais que Hannah achasse que não faria diferença para ninguém, a morte dela afetou várias pessoas. E por mais que em certos momentos pensamos que se morrêssemos ninguém notaria, sempre há aquela pessoa que notaria. Todos temos o nosso Clay.

Muita gente criticou a Hannah por ter enviado as fitas, disse que ela motivou as pessoas a ficar mal e assim poderia motivar alguém a também acabar com a própria vida. Porém, eu não concordo. Eu acho que Hannah quis alertar, para que essas pessoas não cometam o mesmo erro. Ela mesmo fala (no livro fica mais claro) que acredita que eles não tinham a intenção de magoar (menos o Bryce né gente esse daí nem a mãe ama). Eu já acredito que ela está sendo ingênua. Eles sabiam sim que estavam magoando, poderiam não ter noção do quanto magoaria e que ela tiraria a própria vida, mas sabiam que o que estavam fazendo era errado.
Na série acrescentaram várias coisas que não tinha no livro, como o processo judicial movido pelos pais da Hannah contra a escola. Eu achei bem interessante porque é um jeito de Hannah ter justiça. Mudaram poucas coisas, a série está bem fiel ao livro. Outra coisa que achei interessante é que mostra como está a vida das pessoas depois que Hannah morre. Na série, Clay é mais vingativo e quer justiça por Hannah. No livro ele só passa as fitas e também fica bastante transtornado com o conteúdo das fitas.

Na série, há aqueles que culpam Hannah (e eu li na internet pessoas fazendo isso), dizem que ela era uma louca que se matou para chamar atenção. E aí eu lanço um questionamento para pessoas da vida real que viram a série e pensaram da mesma forma: você acha que alguém desistiria de tudo (carreira, futuro, família, amigos etc) por pura atenção? Se ela quisesse atenção ela pendurava uma melancia na cabeça e saia por aí e continuava viva. Uma pessoa se mata porque está desesperada e não aguenta mais. No fundo, ela quer viver. Mas não vê solução para seus problemas e para sua dor. Ela é uma vítima da sociedade e de seus problemas. Tudo bem que foi ela que decidiu tirar a própria vida, mas, isso teria acontecido se as pessoas tivessem tratado ela da maneira que trataram? Não há um culpado específico, foram vários eventos que culminaram nesse trágico desfecho.
Mas, eu acho que a principal mensagem da série é que você pode não ser um Bryce ou Jessica da vida, que motivaram diretamente na morte de Hannah, mas pode ser um Clay que era a pessoa mais próxima dela, viu os sinais e não percebeu, não fez o bastante (e ele se culpa eternamente por isso). Por isso, fique atento as pessoas ao seu redor. Perceba mudanças bruscas de comportamento, e ache estranho quando a pessoa começar a falar frases como "quero sumir, o mundo seria melhor sem mim etc". E se você for essa pessoa e ninguém notou seus sinais, busque ajuda. Procure um psicólogo ou psiquiatra. Aqui no Brasil há uma rede de voluntários muito legal que é o CVV (Centro de Valorização da Vida), e eles tem um número 141 que é 24h. Você também pode falar com eles através do site. Divulgue esse site e salve vidas.


© Pequenos Devaneios - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo