Três motivos para se tornar vegano

26 agosto 2019

Com essa onda de queimadas na Amazônia o assunto veganismo/vegetarianismo virou pauta. Todos sabem que a criação de animais para consumo humano é uma das maiores causas de desmatamento e de degradação do meio ambiente. Como vegana, resolvi listar motivos para você também se tornar um! Entre nessa corrente do bem e vamos mudar o mundo, nem que seja um pouco. Ser vegetariano não é suficiente, afinal, animais também sofrem em outras áreas sem ser a alimentícia, como nos testes em animais, vestuário, “lazer”, entre outros.

1. Pelo meio ambiente: A pecuária é responsável por 15% do total das emissões de gases de efeito estufa . Isso é muita coisa! Fazer um hambúrguer de carne de cerca de 200g libera na atmosfera tantos gases do efeito estufa quanto dirigir um carro por 16 km. 

Se apenas as 20 maiores empresas de carne e laticínios do mundo fossem um país, elas seriam o sétimo maior emissor de gases de efeito estufa do mundo. Imagina se somar todas as empresas? Precisamos agir logo, afinal não existe outro planeta Terra.  75% das terras agricultáveis do planeta são usadas para pastagem e produção de ração para a pecuária. O desmatamento é imenso.

Não há recursos suficientes para produzir carne, leite e ovos para a população mundial nos próximos anos, a conta não fecha. E isso é extremamente preocupante. Quando florestas são destruídas para formar pastos, ocorre a perda de biodiversidade: a maior parte dos animais e plantas nativos desaparecem do local, sendo substituídos por forrageiras invasoras e gado

2. Pelos animais: Quando se desmata para a criação de animais, se destrói ecossistemas que ali existiam. A maior parte do gado brasileiro é criada pelo sistema extensivo, onde os animais permanecem soltos no campo, ocupando vastas áreas. Neste sistema, considerado menos produtivo, cada cabeça de gado necessita de um hectare (10.000 m2) de terra para engordar.

O Brasil possui o maior rebanho comercial do mundo (mais de 200 milhões de cabeças), que necessita de uma área de pastagem de, no minimo, 200 milhões de hectares para ser sustentado (o equivalente a um quarto do território nacional). Estas pastagens eram anteriormente áreas naturais (cerrados, Pantanal, florestas tropicais etc) que foram degradadas para a instalação de um sistema produtivo. Além disso, os animais sofrem bastante com isso.

Ninguém tem o direito de tirar ou abusar de uma vida. Seja ela de um humano ou animal. Milhões de animais sofrem diariamente na área de alimentação, vestuário, cosméticos, entre outros.

3. Por você:  É de comum conhecimento que o veganismo melhora a saúde de quem o adota. Ser vegano é ser saudável.

A prática do veganismo pode representar na redução de risco de Diabetes tipo 2 e melhora no tratamento para aqueles que já apresentam a doença. Também ajuda a melhorar o controle da pressão arterial e reduz o risco de infartos e derrames.

Fique com a consciência tranquila. Afinal, não é certo comer animais e seus derivados ou abusar de um animal de qualquer forma. Animais são seres que sentem dor, seja física ou emocional. Não é justo usar os animais como se fossem objetos, e tratar eles de forma desumana. Apesar de serem “apenas” animais eles sofrem. E muito. Não compactue com esse sofrimento!

Dicas de documentários para você se inspirar:

  • 1- COWSPIRACY (NETFLIX)
  • 2- FORKS OVER KNIVES (NETFLIX)
  • 3- FOOD MATTERS.
  • 4- FOOD CHOICES (NETFLIX)
  • 5- WHAT THE HEALTH (NETFLIX)
  • 6- TERRÁQUEOS (YOUTUBE)
  • 7- DOMINION.

Sites para você fazer receitas veganas:

Fontes: Mercy for animalsSVBConquiste sua vida